Impressão 3D, Resina Biocompátivel

Como funcionam as resinas biocompatíveis?

Makertech Labs
Postado por: Makertech Labs
Publicado em: 12/08/2022

Talvez é o termo que você mais deve ouvir falar nos canais de comunicação da Makertech Labs, ou melhor, na odontologia digital como um todo, uma vez que essa tecnologia expandiu o espaço da impressoras 3D nos consultórios, possibilitando tratamentos mais acessíveis e digitalizando ainda mais o fluxo de trabalho dos dentistas.

E hoje, vamos contar para você como funciona esse tipo de tecnologia e as melhores resinas biocompatíveis do nosso portfólio!

Mas afinal, o que é biocompatibilidade?

É a capacidade do material em ser compatível com tecidos vivos, como o corpo humano, por exemplo, não sendo nocivo à saúde do paciente com risco zero de contaminação. 

No início, a tecnologia das resinas 3D não era biocompatível, podendo intoxicar o paciente e se limitava a apenas modelos para o consultório e laboratório. Hoje a biocompatibilidade das resinas 3D da Makertech Labs é rigorosamente testada internamente e certificada pela ANVISA antes de ser comercializada. 

Isso garante mais segurança ao paciente, evitando que o corpo rejeite, tenha reações alérgicas ou se infecte pela resina. Nos dias atuais existem pelo menos 6 normas que regulam a biocompatibilidade.

Um ponto bastante observado nos testes de qualidade das resinas é o processo de pós-cura, que garante que o objeto está apto para fins cirúrgicos. São realizados também testes de citotoxicidade, genotoxicidade, irritação de mucosa oral e cutânea, sensibilização, dentre outros.

Não sabe qual resina escolher? Clique aqui e conheça o nosso seletor de resinas, garanto que ele vai te ajudar

Como é regulamentada a biocompatibilidade das resinas 3D?

Esse nome você deve ter ouvido muito na faculdade: normas ABNT, sigla que significa Associação Brasileira de Normas Técnicas, que como o nome diz, é o órgão que se responsabiliza pela normalização técnica no Brasil, desde os trabalhos da faculdade até o padrão de toxicidade das resinas, tudo passa pelas normas ABNT.

E a ABNT é responsável pela ISO no Brasil, outro órgão responsável por normas em âmbito mundial. A sigla significa International Organization for Standardization, ou seja, Organização Internacional de Padronização. Portanto, é um meio de padronizar produtos e serviços, utilizando normas internacionais para melhoria contínua.

A ANVISA também se certifica de que estas normas foram seguidas pelas empresas.  É preciso estar dentro dos dois padrões de segurança para que a resina possa ser comercializada.

Seguras para o seu paciente, excelentes para as suas impressões

A Makertech Labs é extremamente rigorosa com os parâmetros de segurança, além de produzirmos as melhores resinas biocompatíveis para os pacientes, com vários tipos, cada um dedicado a resolver qualquer problema que possa surgir no seu consultório.

E ainda temos novidades neste âmbito, a resina 3D priZma Bio Crown apresenta uma nova evolução quando falamos de biocompatibilidade, se tornando a melhor resina 3D brasileira para trabalhos de longa duração como coroas e pontes, inlay e onlay.

Agora que você conhece mais sobre resinas biocompatíveis, que tal imprimir alguns modelos? Clique aqui e conheça as melhores resinas para você restaurar os sorrisos do seu paciente, de maneira prática e rápida!

Se você gostou do nosso conteúdo não se esqueça de seguir a Makertech Labs nas redes sociais! Caso ainda tenha alguma dúvida sobre as nossas resinas biocompatíveis é só procurar o nosso suporte técnico, nossos especialistas estão sempre dispostos a te ajudar, só chamar no Whatsapp: (15) 9 9116 – 0827.

Posts mais lidos